quinta-feira, julho 24, 2008

Zeca Baleiro e um cara que não gosta de Miró



Ele não tocou/cantou Skap no show de ontem, claro. Mas tudo bem. Começou com Bandeira.
Do mesmo jeito que ainda tenho vontade de jogar taças que têm pés pretos nas paredes, eu ainda não estou preparada para voltar a ouvir Zeca Baleiro sem derramar umas lagriminhas.
Tudo bem, mesmo tendo flashbacks de todos os tiroteios que aconteceram naquele Velho Oeste, vale a pena. Aquele ontem é mesmo assustadoramente muito parecido com hoje em algumas coisas. Eu já deveria ter aprendido.

Nenhum comentário: