sábado, maio 31, 2008

My Blueberry Nights

Mais do que a história de Jeremy (Jude Law <3) e Lizzie (Norah Jones), o que me pegou mesmo em My Blueberry Nights (Wong Kar Wai, 2007) foi o amor impossível, doentio, venenoso e sufocante entre Arnie (David Strathairn) e Sue Lynne (Rachel Weisz, linda de morrer, as usual).

Arnie se embebeda todas as noites no mesmo balcão de bar por conta da mulher que não o quer - ou que não consegue amá-lo como ele precisa. Em determinado momento, Lizzie, a garçonete que o atende, pergunta:
- Por que você não tenta parar?
E ele saca do bolso um punhado de fichas, uma para cada vez que tentou. Derrama no balcão. Umas por uma semana, outras um pouco mais. Seu recorde? Um roxa: 90 dias.

O diálogo não precisava continuar, ao menos para mim. Absolutamente não é sobre bebida que eles estão falando, mas de um vício de outro gênero, de uma impossibilidade de outra natureza. De deixar de amar alguém, deixar alguém ir. de livrar-se do vício de querer a pessoa errada.

:`(
O vizinho me emprestou um lenço.

Procurei essa cena para postar aqui, mas não a encontrei. Encontrei a segunda que gostei mais, que dá nome ao filme. Em tempo: Norah Jones engana bem como atriz, e tirando as músicas dela, a trilha é fantástica. Basta dizer que a cena que descrevi é embalada por Try a Little Tenderness. Ai.

2 comentários:

Sergio disse...

pri,
escutei por ai que vc gosto del vídeo.... hehe

won kar wai tem um filme feito em san telmo, happiness... veja!

Priscilla disse...

Adorei o vídeo, ainda não tive oportunidade de te agradecer pessoalmente. Choripan! :D

Happy Together. Assisti há um tempão, o primeiro dele que vi, provavelmente nem me liguei que se passava em Buenos Aires. Vou rever :D