quarta-feira, abril 23, 2008

Outros terremotos



Eu não sou disso, quem me conhece, sabe. Mas ô inferno astral. Tava mesmo demorando. Sem fotografias dos olhos inchados, que ninguém merece - já chega quem está vendo ao vivo. Só tentando não me sentir folgada e incompetente. E tendo certeza de que, se esse sentimento carreira descontrol perdurar, não duro muito nisso.

"Eu estou vestido com as roupas e as armas de Jorge. Para que meus inimigos tenham mãos e não me toquem; para que meus inimigos tenham pés e não me alcancem; para que meus inimigos tenham olhos e não me vejam; e nem mesmo pensamentos eles possam ter para me fazerem mal." Salve Jorge, no dia dele.

Nenhum comentário: