sábado, novembro 24, 2007

Roubado descaradamente de Xico Sá

Para Cahe e Giul:

Da devassidão como política da fêmea de todas as eras

A purificação de uma mulher só é possível na medida em que ela resolve ser uma devassa, como entre o povo tártaro;
- Devassa no sentido de não temer o despudor nem a língua salivante da inveja;
- Devassa como política libertária; como entre os negros do Rio Gabão e da Costa da Pimenta, que entregavam suas mulheres aos próprios filhos, a melhor das bençãos;
- Como no reino de Judá;

Só a lascívia embeleza uma fêmea; só mesmo os povos embrutecidos pela superstição, reza o marquês, podem acreditar no contrário; e acreditar no contrário é ir contra a nossa própria natureza.


Com amor,
Pri

Download do PDF (Priscilla Deslandes Fogiato hahah) livro completo aqui.
Obrigada, Xico :)

Nenhum comentário: