terça-feira, novembro 28, 2006

Porque não há mais palavras ou Porquê não há mais palavras.

Stoled.

"nossas palavras não têm mais correspondências com o mundo. quando as coisas eram íntegras, sentíamo-nos confiantes de que nossas palavras podiam expressá-las. mas aos pouco elas foram se fragmentando, formando o caos. a partir de então, a cada vez que tentamos falar das coisas que vemos, acabamos por distorcer aquilo que queremos expressar." (paul auster, cidade de vidro)

em tempos de não se expressar por aqui, essa moça escreve PACAS.

Nenhum comentário: